Loading...
#ALUGUE100 #ALUGUE100UNIVERSITÁRIO #DICAS #EXPERIENCIAS UNIVERSITARIAS #MODALIDADES

Saiba como alugar um imóvel com fiador

É fato que se você é universitário, profissional de outra cidade ou até mesmo de Pelotas, encontrar um imóvel para alugar deve estar no topo da sua lista de primeiras necessidades. Afinal, Pelotas é um polo universitário e com uma vasta oferta de trabalho no segmento de tecnologia.

Muitas famílias escolhem Pelotas para morar e fazer a sua vida.

Pensando em desmistificar o processo de locação de imóveis, hoje vamos abordar como funciona uma modalidade de locação extremamente tradicional no mercado imobiliário, mas que de um tempo para cá vem perdendo a vez:Conheça a locação COM FIADOR.

COMO FUNCIONA A MODALIDADE COM FIADOR

Basicamente nesta modalidade você precisa apresentar alguém que se comprometa a cumprir todas as obrigações do contrato de locação, caso você por algum motivo não possa arcar com os custos do imóvel.

Importante ressaltar que com a falta de pagamentos, o nome do fiador pode ficar negativado e parar em instituições de proteção ao crédito como SPC e Serasa. Sabendo disso, muitas pessoas acabam por não conseguir ou temer essa garantia locatícia.

A dificuldade aqui é conseguir alguém que aporte todos os valores do imóvel para você, em caso de inadimplência.

QUEM PODE SER FIADOR

  • Qualquer pessoal física ou jurídica que resida na mesma cidade do imóvel.
  • Ter renda líquida superior a 3 vezes o valor do aluguel mais os encargos de locação (condomínio e IPTU por exemplo).
  • Deve possuir um imóvel de preferência já quitado.
  • No caso de pessoa física, se o fiador for casado, o cônjuge deve também concordar com a fiança e assinar o contrato de locação.
  • Já se o fiador for pessoa jurídica, o contrato social da empresa deverá permitir que ela seja fiador. Neste caso, apenas a pessoa responsável pela empresa poderá assinar o contrato de locação.
  • O nome do fiador não pode constar em órgãos de proteção ao crédito, como SPC e Serasa.

QUAIS SÃO OS DOCUMENTOS

VEJA O PASSO A PASSO DE UMA LOCAÇÃO COM FIADOR

CUIDADOS ADICIONAIS

NÃO QUERO MAIS SER FIADOR. E AGORA?

Ser fiador é algo que implica uma grande responsabilidade, investimento de tempo, energia e caso o locatário não cumpra com as suas obrigações, em dinheiro também. Sendo assim, é de extrema importância que o fiador e o locatário sejam pessoas próximo e de grande grau de confiança.

De qualquer forma, atritos podem ocorrer e até mesmo problemas financeiros por qualquer uma das partes envolvidas na transação de aluguel.

O fiador pode caso queira, seja por ato unilateral ou consensual de ambas as partes não desejar ser mais o garantidor da locação. Com isso, o fiador deve notificar a sua desoneração da obrigação locatícia, sendo estipulado um prazo de 30 dias para que o locatário apresente uma nova garantia.

LOCATÁRIO ESTÁ INADIMPLENTE. ALÔ FIADOR?

O fiador tem a obrigação (conforme assinado em contrato) de quitar as dividas contraídas pelo locatário em caso de inadimplência. Caso mesmo assim o fiador não cumpra com o seu papel, a utilização perante a justiça de bens materiais do fiador poderão ser acionados para quitação do débito.


RESUMINDO O ASSUNTO

  • Garantia mais tradicional
  • Não tem custo e não exige desembolso por parte do pretendente ou fiador
  • Exige a apresentação de diversos documentos
  • Procedimento mais burocrático


Nesse artigo você conheceu um pouco mais sobre a locação SEM FIADOR, além de opções mais tradicionais. Confira abaixo, sugestões de matérias que podem ser do seu interesse.

Saiba como alugar um imóvel sem fiador utilizando apenas o cartão de crédito.

Quer falar com um especialista em acomodações em Pelotas?

Quer conhecer uma nova experiência de locação?

Entenda a diferença entre Bacharelado, Licenciatura e Tecnólogo

Conheça a jornada de uma futura médica

LEIA MAIS

Mais postagens